domingo, 24 de agosto de 2014

Não contemplei o anoitecer na praia, dizem que é muito lindo! 
O cheiro da maresia embriaga qualquer coração,
me faz ter lembranças boas. Dormir ouvindo as ondas batendo nas pedras é algo que explicar com palavras fica um tanto difícil. Toda aquela atmosfera me fascina. Piso na areia e toca as conchinhas no chão, tenho data para voltar... 
Procuro não pensar nisso, não agora!
As gaivotas vão chegando aos poucos, cantando seu hino rotineiro e eu encostada nas pedras, molho os meu pés nas águas e desejo voltar a ver aquela imensidão de mar.
Logo verei o sol nascer...

sábado, 23 de agosto de 2014

Sento na grama macia e escuto as águas batendo nas pedras, percorrendo seu caminho. A calma daquele ambiente tranquilo inunda meu corpo. Os pássaros cantam na copa das árvores e as flores silvestres enfeitam a paisagem.
Não penso em nada, me permite deixar a mente vazia de qualquer pensamento que me distraia de observar a pureza das coisas. Admiro a simplicidade, a forma como tudo se encaixa, trazendo luz e alegria pra minha vida. Amo a vida e agradeço todos os dias poder ver os bichos livres enfeitando essa natureza tão maravilhosa...

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Há muitos degraus para eu subir ainda...
Escadaria da Casa das Máquinas em Brotas, engraçado, não há nenhuma máquina lá.
Subi na frente, minha filha logo atrás e a neném subiu correndo e fazendo a maior festa, criança não cansa tão facilmente. Lá no alto existe um hotel muito bonito, mas bom mesmo foi descer.Ufa! Já não aguentava mais...
 Só esquecemos de olhar com mais atenção a matinha, lá tem macaquinhos.

                           Bom dia!

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Logo acima de mim estava o pequeno comércio local de artesanato, que segundo as pessoas do lugar dizem que quando há chuvas todas essas pedras ficam cobertas pelas águas e os respingos vão a uns 50 metros de distância...
Vista geral da Cachoeira Véu da Noiva em Poços, muito lindo mesmo... Amei!

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Poços!

Me diz o que tanto desejo ouvir...
Faz desse meu coração o mais feliz de todos,
e finalmente saberei qual é o seu maior segredo!

...tantas manhãs e noites frias, sem alegria e sem amor, apenas viver e deixar correr dias. Assim foi todo esse tempo, até que num súbito deixei fluir tudo que sentia. Não sei se fiz bem ou mal, pelo menos meu coração está leve.
Hoje posso dizer que sou feliz, por ter tido coragem de dar um passo ao invés de recuar, como muitas vezes fiz, por medo...

E essa vontade que arde e queima sempre, mais e mais...
Me enlouquecendo aos poucos, lentamente!

Os livros minha segunda paixão!

domingo, 3 de agosto de 2014