segunda-feira, 22 de maio de 2017

domingo, 21 de maio de 2017

Primeiro cuido e observo a minha casa e o meu quintal...
Logo, se ao sair vejo lixo e sujeira, apanho uma sacola e limpo com prazer por onde passo.
Para mim é uma satisfação interior deixar agradável o espaço de convivência.


Não espero que façam por mim, eu mesma faço.

A surpresa e o encantamento de descobrir e encarar o desconhecido...
Ainda me surpreendo com a imundície de caráter humano. Sigo acreditando em OVNIS, eles estão em toda a parte, deixando seus sinais. 
Enquanto emburrecemos dia a dia no caus da existência.
Acreditar no hoje e no amanhã.
Adversidades sempre irão existir, cabe somente a mim dar-lhes atenção em demasia ou somente o que lhes cabe.
...eu comando meu destino e minhas rotas.


Qual o sentido da vida?
Viver...
Plenamente, exaustivamente,
Até que não haja mais nada, além do que se viveu!

sexta-feira, 19 de maio de 2017

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Eu nunca acreditei na mudança...
Até que eu a vi em mim.
E confesso, minha nova versão me surpreende a cada dia.


quarta-feira, 10 de maio de 2017

Passei toda a vida tentando ser perfeita, isso não existe.
Da pra ser feliz sem ser incrível. 







Dizem que sapos combinam com princesas...
Coitadinhas! Eles as comem no jantar e depois partem pra outra. 

Há muito tempo.
Quase uns trinta e oito anos, mais ou menos...
Haviam cisnes aqui, e tudo era estranho para mim naquela época.
Eu era criança, tudo era exageradamente divertido.
E confesso, algumas coisas nunca mudam.

Não cabe a mim julgar tamanha perfeição.
Gosto e admiro a contemplação da natureza, mas eu sou tão metódica, comum e alienada.
Nossa! Eu sou uma babaca!

Um templo católico construído com sangue, suor e lágrimas. Porque tudo para mim tem que haver um porém? Magnífica!