quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

OS OLHOS DE TU'ALMA QUE LÊEM A MINHA

Versos para um olhar
RosanAzul

Os olhos de tu’alma que lêem a minha
Desfolham pétala por pétala meu ser .
E como uma rosa a desabrochar,
Sob a magnitude da luz dos teus olhos
Descansa ainda a paz do meu viver.
Em carícias profundas de puro amar,
Minh’alma desnuda
Ama essa tua alma que me adivinha.
E ainda que eu me cale, fique muda,
É essa minha alma que antevê a tua...

fotos de bebês e crianças 44
Lindo, lindo ,lindo
Feliz Ano Novo...

photos kids _ 61

E QUE SEJA BOM,ÓTIMO E INESQUECÍVEL...

"Sou assim...adoro provocar as mais variadas sensações e me sentir viva, completa e satisfeita."
Corro atrás do que quero, não me dou por vencida, vou te encontrar... prepara-se.

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Coração

Meu amor de onde vens tamanha amargura? Porque tudo isso... A questão é se eu o amo da mesma forma que me amas? Medir a dimensão do amor é impossível, nunca estivemos tão ligados um ao outro.
Há esperança pra nós, aliás pra todo mundo.

Sonhar nunca é o bastante


Quero ganhar de presente um sorriso seu, por mais tímido que seja...
Poder entrelaçar suas mãos as minhas e nunca mais me sentir sozinha,
Tirar do seu coração todas as mágoas que carregas.

Demonstrar-lhe o que sinto, encher-lhe de carinhos...
Onde quer que vá, irei contigo, não sinto mal algum a seu lado,
Permanece calado, astuto e sigiloso. É isso que me cativas ainda mais.

Sou de expressar o amor que sinto, faz parte de mim a alegria e o romantismo
Ainda sinto seu toque suave em meu rosto...E quanto desejo que me ames,
Talvez não me queira por me achar piegas, infantil ou coisa assim.

Sonho, esse é meu grande defeito...
Não te acho impossível, eu acredito... Só peco por querer algo inatingível,
Mas se amar fosse pecado... O criador jamais o teria germinado.

Tu és o homem certo pra mim, seu caratér, temperamento e astúcia...
Quero estar nem que seja uma única vez em seus braços,
E acordar na manhã seguinte e ver que não foi sonho e sim uma realidade...

                                                                                                 Eugenia

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Emoções Roberto Carlos

Quando eu estou aqui
Eu vivo esse momento lindo        
Olhando pra você
E as mesmas emoções sentindo
São tantas já vividas
São momentos que eu não esqueci
Detalhes de uma vida
Histórias que eu contei aqui

Amigos eu ganhei
Saudades eu senti, partindo
E às vezes eu deixei
Você me ver chorar, sorrindo


Sei tudo que o amor
É capaz de me dar
Eu sei já sofri
Mas não deixo de amar

Se chorei
Ou se sorri
O importante
É que emoções eu vivi


São tantas já vividas
São momentos que eu não esqueci
Detalhes de uma vida
Histórias que eu contei aqui


Mas eu estou aqui
Vivendo esse momento lindo
De frente pra você
E as emoções se repetindo


Em paz com a vida
E o que ela me traz
Na fé que me faz
Otimista demais

Se chorei
Ou se sorri
O importante
É que emoções eu vivi

Se chorei
Ou se sorri
O importante
É que emoções eu vivi

 

Fotorkut

Bate o sino pequenino,sino de Belém...

Fotorkut

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Só você


Me pergunto se posso te amar, se tudo não é uma ilusão, uma loucura da minha cabeça e meu corpo te querendo mais e mais o que fazer? A razão me pede cautela, são vidas envolvidas, curvas sinuosas...
Há! meu querido, porque tudo tem que ser assim? Pra que tanto sofrer? Resisti até agora, tentei ser ponderada e agora só consigo pensar em ti. Onde estás...sinto sua falta e tenho vontade de chorar...

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Noites Frias

Você é a essência do meu ser, o néctar da minha flor, o aroma da minha pele...
 A existência se tornaria insuportável sem você ao meu alcance.
Te preciso para ensolarar meus dias e me aquecer nas noites frias...
E quando houvesse tempestades você jamais me deixaria sozinha.
Não tenho ambições, tu bem sabes...
Simplesmente me sinto completa ao seu lado e não preciso de mais nada.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Meu anjo, eu te adoro. Você não é um objeto, é o meu amor...meu complemento, meu tudo.
Eu Te Amo...

sábado, 18 de dezembro de 2010

Memórias Póstumas


Na minha próxima vida, quero viver de trás pra frente. Começar morta, para despachar logo esse assunto. Depois, acordar num lar de idosas e ir-me sentindo melhor a  cada dia que passa. Ser expulsa porque estou demasiada saudável, ir receber a aposentadoria e começar a trabalhar, recebendo logo um relógio de ouro no primeiro dia. Trabalhar por 40 anos, cada vez mais desenvolta e saudável, até ser jovem o suficiente para entrar na faculdade, embebedar-me diariamente ser bastante promiscua. E depois, estar pronta para o secundário e o primário, antes de virar criança e só brincar, sem responsabilidades. Aí viro um bebê inocente até nascer. por fim passo nove meses flutuando num "spa" de luxo, com aquecimento central, serviço de quarto à disposição e espaço maior dia-a dia, e depois -"Voilà!"- desapareço num orgasmo.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Se você ama, diga que ama. A Todos Um Feliz Natal

Não tem essa de não dizer porque o outro já sabe. Se sabe maravilha...mas esse é um conhecimento que nunca está concluído.Pede inúmeras e ternas atualizações. Economizar amor é avareza. Coisa de quem funciona na frequência da escassez. De quem tem medo de gastar alimento e lhe faltar depois. É terrível viver contando moedinhas de afeto. Há amor suficiente no universo. Pra todo mundo. Não perdemos quando damos: ganhamos juntos. Quanto mais a gente faz o amor circular, mas amor a gente tem. Não é lorota. Basta sentir nas interações no dia a dia, esse nosso caderno de exercicíos.
Se você ama, diga que ama. a gente pode sentir que é amada, mas sempre gosta de ouvir, ouvir e ouvir. É uma qualidade. Tão melodiosa, que muitas vezes, mesmo sem conseguir externar, sentimos uma vontade imensa de pedir; diz de novo? Dizer não dói, não arranca pedaço, requer poucas palavras se pode caber no intervalo entre uma inspiração e outra, sem brecha para se encontrar esconderijo na justificativa da falta de tempo. Sim, dizer em alguns casos, pode exigir entendimento prévios com orgulho, com a bobagem do só- digo- se-o-outro-disser, com a coragem de dissolver uma camada e outras dessas defesas que a gente cria ao longo do caminho e quando percebi mais parecem muralha. Essas coisas que, no fim das contas, só servem para nos afastar da vida. De nós mesmos. Do amor.
Se você ama, diga que ama. Diga o seu conforto por saber que aquela vida e a sua vida se olham amorosamente e têm um lugar de encontro. Diga a sua gratidão. o seu contentamento. a festa que acontece em você toda vez que lembra que o outro existe, e se for muito difícil dizer com palavras, diga de maneiras que também possam ser ouvidas. Prepare surpresas. Borde delidadezas no tecido ásperos das horas. Reinaugure gestos gestos de companheiros. Mas não deixe para depois. Depois é um tempo sempre duvidoso. Depois é distante daqui. Depois é sei lá...

Fotorkut

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Surpreendidos sempre


Senti algo de bom, especial.
Sensibilidade a flor da pele.
Não fosse meu recato...
Como é bom sentir-se assim, 
Me sinto leve e tenho desejos.
Não fossem meus traumas, minha educação, te faria ver as estrelas antes de anoitecer...

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Reflexões Sobre o Tempo e o Amor

Percebi que não tenho tido tempo para falar de amor.
Acho falta, pois sou do tempo que para se falar de amor não demorava muito tempo.
E por falar nisso nos tempos atuais, o amor não dura mais o mesmo tempo que durava na minha época.
Nos tempos atuais ninguém tem tempo para amar.
Mas, o amor toma nosso tempo?
Gastamos tanto tempo em nada, quando na verdade o amor é tudo.
É tudo de bom, e o mesmo tempo, tudo de mau.
Amor e tempo andam de mãos dadas.
Isso porque o tempo voa quando se ama.
Porém, pode ser o contrário, pois me sentia voando no tempo quando amava.
Ah, esse tempo que fortalece o amor, é o mesmo tempo que o desgasta.
Se for assim o tempo é amigo ou inimigo do amor?
Impossível saber, pois amor e tempo são duas incertezas.
Contudo a maior das incógnitas está em saber se ainda terei tempo.
Tempo de amar, neste tempo em que não se acredita mais no amor.

sábado, 4 de dezembro de 2010

Olhos Críticos

 O tempo passou e eu mudei, mudei porque amadureci, mudei porque passei por tantas e tão diversas expêriencias que consegui aprender com meus erros, mudei porque me decepcionei com amigos, mudei porque me decepcionei com amores, mudei porque conheci pessoas tão especiais que fui capaz de me inspirar por elas e me espelhar nelas para me tornar uma pessoa diferente, talvez uma pessoa melhor...O tempo passou eu mudei, mas nem tudo, nem todos, me acompanharam. Mas valeu a pena...aahh valeu...

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

O jardim e a borboleta

“Não corra atrás das borboletas. Cuide do seu jardim e elas virão até você”... Nela está contida a sabedoria do encontro, isto é, atraímos para nossas vidas não quem inocente e desatentamente queremos, mas quem corresponde com aquilo que verdadeiramente somos!

domingo, 28 de novembro de 2010

Preciosa

Tens o semblante altivo, donde vens tamanha coragem?
Seus olhos sedutores e esse sorriso enigmático hipnotiza,
Ao andar um leve rebolado da ginga a rodada saia...
Deixando à mostra coxas grossas e bem torneadas,
És linda e sabes disso, pretensão nenhuma tens.
Por onde passa arranca suspiros e assobios,
Tadinha não tem noção dos poderes que tens...
Sua cor púrpura brilha e desencaminha até homens de bem
Atrás dessa morena muitos perderam seus trilhos e ela não quis ninguém
Essa flor rasteira vinda de longe, de sua terra natal foste arrancada...
Ama outro, corajoso e selvagem que estás além de nossos mares
Sonha um dia em retornar e vê-lo a esperar-te na areia
Pobrezinha da princesa negra...Sua terra agora é essa e o seu amor,
Ficará pra sempre lembrado no seu coraçãozinho quebrantado.

                                                                                                     Eugenia

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

A busca insensata

Eu amo a vida exatamente do jeito que é, não tenho ambições, a natureza é linda... me dou por satisfeita.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

De onde vem o medo?
Eu não sei, mas com certeza mora ao lado da frustração. Eu sei bem o que é isso, passar muito tempo vivendo à margem sem poder ser o que se quer...
Fiquei parada protestando e erguendo minhas bandeiras, não machuquem os animais, uma pessoa boa não faz isso ou aquilo, a moral...os princípios e tal. E dai, cada qual vive da maneira que gosta. Ninguém vai ser diferente porque eu desejo e idealizo o futuro. Educar e orientar hoje é praticamente impossível, nós mostramos bons exemplos e os canais de comunicação põem em holofotes que ser bandido e levar a vida fácil é normal, ganha muito dinheiro e fica rico. Os games que eles querem de natal, ensinam que bater em mulher é legal e da pontuação. Cansei de remar contra tanta hipocrisia, vivemos num mundo globalizado e não dá pra cair fora...e ficar dentro desde círculo vicioso significa a perda da dignidade e dos direitos de cada um. Pois em algum dado momento eu ou vocês seremos atingidos e não tem como correr. Nossa guerra é silenciosa, não tem mísseis nem bombas, mas tem a crueldade e a covardia.
É penoso pra mim viver nesse mundo absurdo, mas graças a bondade que teima sempre em renascer ganhei dias atrás uma rosa desenhada em folha de caderno escrito flor em letrinhas coloridas... O nome dela é Talita, tem 5 anos. a mãe dessa menina mora no campo e tem medo de vir pra cidade e por os pequenos à perder...
Será que essa ela tem razão? Até quando vai conseguir proteger seus filhos numa redoma invisível?

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Parceria inseparável

Amanhã será outro dia, e depois virão outros e mais outros até chegar o último. Que com certeza virá em forma de surpresa, ninguém admite a morte, mas vivemos todos os dias abraçados com ela... Acorrentados, isso é pior que a morte propriamente dita.
A liberdade encontra-se apenas em nossa mente, não existe outra forma de ser livre!
Cada qual têm seu fosso particular para despejar seus detritos e nunca estamos limpos completamente.
Pra que sentir-se triste?
De nada adiantam  lágrimas derramadas, elas secarão ao cair no chão...

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Quer saber a verdade?

Sinto desejo de beijar-te, sentir sua boca quente. Te olhar nos olhos e tirar sua camisa devagar, massa geando suas costas por trás...te abraçar forte e mordiscar sua nuca, dando beijinho molhados, até ouvir seus gemidos... e roçar meu corpo no seu e sentir sua vontade, atiçar seus desejos e matar minha vontade de você, é eu gosto do que tu gostas muito mais do imaginas...

terça-feira, 9 de novembro de 2010

rindo ando bando mando dido cido eliz iste

Indo sorrindo     
Indo rindo
Indo cantando
Indo zombando
Indo fumando
Indo perdido
Indo esquecido
Indo estreando
Indo jogando
Indo e indo




Vindo infeliz
Vindo triste
Vindo soluçando
Vindo interrogando
Vindo viciado
Vindo realizado
Vindo lembrado
Vindo reprisado
Vindo excluído
Vindo e vindo ou indo e indo a passos largos
                                                           Rumo a ninguém sabe onde...


segunda-feira, 8 de novembro de 2010

A busca

 Não basta apenas existir, tem que haver uma razão para isso
 Passamos anos de nossas vidas buscando algo que não sabemos o que é.
Uma procura incessante...
 Nosso intimo sabe a resposta e temos medo, então preferimos substituir o bem tão almejado por outro equivalente, facilmente aliamos o querer e o poder... assim passamos o resto de nossas vidas nos enganando e brincando de sermos Deuses.
 E as mazelas da humanidade continuam...

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Apenas Imagens

SABOREIE A VIDA

MANTENHA O EQUILÍBRIO


TENHA A ALEGRIA DE UMA CRIANÇA


APRENDA A VOAR, CADA VEZ MAIS ALTO
RUMO A TÃO SONHADA FELICIDADE



quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Vida ou Morte?

Foge dos próprios sentimentos e brinca com os meus, sabe porque nunca dei um passo na sua direção?
Tentei várias vezes me fazer entender, gestos, roupas e atitudes insinuantes... Mas nunca algo concreto e real?
Tenho medo de você e não sei qual é o motivo, mas algo de horrível deve ter acontecido conosco em outra vida. Você também sente isso, vê uma barreira entre nós...
Como pode ser isso meu amor?
Ao ponto de achar que sou algo ruim ou maldito? Sim eu pude ler e entendo sua atitude e lhe digo o que está fazendo é somente adiar o inevitável, somos um.
E isso o os secúlos não mudaram e nem  nós podemos evitar.
Eu sei e sinto, só preciso compreender o que fazer com tudo isso.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Todos com sua luta, sua dor... Intensamente ou um pouco a cada dia.

O destino vai se cumprindo e a vida tem continuidade, restam as lembranças de cada sorriso guardado na memória. Eu nunca sei o que dizer nesses momentos, a perda de ente querido... Aline Bretas minhas condolências pelo seu filhinho Theodoro.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Flexibilidade

Não procure nas lembranças razões para sua infelicidade: acharás vários motivos.

Nossa vida é uma parede em branco e pintaremos das cores que quisermos...

sábado, 16 de outubro de 2010

Sou incognita, nem eu mesma sei de mim. Vou vivendo sem pensar no futuro, tirando da vida o que ela tem de melhor...deixo os aborrecimentos de lado, eles me deixam mal e confusa.
Quero amar  e ser amada intensamente, passei tempo demais correndo atrás de carreira e reconhecimento. Esqueci de viver, e é isso que importa. Sinto uma euforia em conhecer novos lugares e pessoas diferentes.
Passei tempo demais enfurnada no mesmo lugar, parei no tempo...
Não vejo a hora de fazer as malas e começar a aventura. Ainda não escolhi a primeira cidade que irei, estou entre Petrópolis, Ouro Preto ou as Serras Gaúchas. A indecisão é enorme, porque vou sozinha e aí fica mais complicado. Mais tudo bem, tô tirando uma folguinha pra mim, esse ano foi barra e espero que ano que vem tudo seja bem melhor.
Petrópolis eu já conheço, morei lá por anos quando tinha meus 7 ou 8 anos, faz tempão isso. A serra é romântica demais pra ir sozinha...ai que coisa não consigo me decidir, se eu tivesse experiência em dirigir em rodovias eu ia de carro, mas corro o risco de não voltar inteira né.


Ainda tenho um tempo, tô juntando o dim dim e assim que o cofrinho encher pé na tábua, bora Eugenia, vai ser divertido com certeza.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Só resta o silêncio

A coisa mais triste nesse mundo é perder quem se ama.
Eu amo e tinha pra mim todos os dias achando que seria impossível a possibilidade da perda.
Agora sei, nada é pra sempre, tudo tem seu tempo, sua missão. 
E aqui nesse mundo viveremos até nossa missão se acabar, ontem, hoje ou amanhã...

sábado, 9 de outubro de 2010

Minha metade...minha vida...

Já te paquerei, cobicei, bolinei...
Agora quero beijar, roçar, massagear e amar,
Vem aqui me buscar pra podermos juntos experimentar,
novas receitas e ingredientes diferentes de se apaixonar...
Nunca duvide sei cozinhar e vou fazer pratos esxêntricos pra juntos esperimentar,
Seu jeitinho assim observador vai adorar as artes que faço,
Sou divertida e sei que gosta, então meu modo safadinha não vai atrapalhar não é?
Se me der um tempinho pra fazer tudo aquilo que me vier à cabeça, prometo que depois escuto todas as suas citações.
Ai to cheia de vontade... vem matar minha sede, não seja tão mau, vou ficar segurando o celular.
Nem imagina o que o espera...Criatividade não me falta.
Então largue o que está fazendo agora, me leva pra onde você quiser.
Ai More! não sabe como sinto sua falta...

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Turista

Caminho descalça pelas areias da praia, sinto meu corpo leve e solto, não penso em nada... a maresia me deixa sonolenta, sento em uma pedra a minha frente e observo as gaivotas.
 O céu está com um azul diferente, me levanto e volto à caminhar, agora me encosto em um coqueiro e fico brincando com os pés na areia, estou feliz...
 Me sinto bem, hoje não sinto dores, fico olhando o horizonte por alguns minutos, continuo andando, exausta me jogo nas águas do mar, me sinto livre, tranquila. E o tempo? Deixa passar...
Aqui não preciso ser nada, nem ninguém.
Sou apenas uma turista em terras desconhecidas...

                                                                                                                          Eugenia

terça-feira, 5 de outubro de 2010


Sou tal e qual uma plantinha,
dependo da terra para sobreviver,
 da água para para me dar força
 e do ar para respirar...
Ha, vida dura e bela!
 são os dois lados de uma mesma moeda.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Por mais que eu quisesse expor minha áurea, você nunca me entenderia...Veja sou semelhante a Monaliza, um enigma! Me julgas pelo não sou e me condena pelo que não fiz.
Meu único erro foi acreditar que a felicidade seria algo possível, num mundo tão matemático.
...vou seguindo caminho à fora, já não tenho esperanças, tudo é tão surreal.
Sonhei, despertei e me deparei com a realidade.
Tropeçando a passos lentos,
Sozinha hoje e sempre...

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Cantinho do amor...




Um quarto arejado e iluminado
em tons pastéis e com um toque de romântismo na decoração, inspirando até as mais tímidas das mulheres, porque cá entre nós fazer amor em qualquer lugar é ruim à bessa, em muitos casos não dá nem vontade...Mas agora garotas se não tiver um quarto desse use a imaginação e mude um pouquinho o ambiente e curta pra valer, aproveita boba, sexo é bom demais.
E quando se cansar de tanta luxúria que tal um banho quentinho numa banheira bem relaxante em um desses banheiros em estilos divertidos e tons calmantes e inspiradores. Tá esperando oque? Pule logo nessa cama e termine numa banheira cheinha de espuma e seu parceiro lhe fazendo aquela massagem...Bom demais né mesmo?


terça-feira, 21 de setembro de 2010

Mudanças Vanusa

HOJE EU VOU MUDAR
VASCULHAR MINHAS GAVETAS
JOGAR FORA SENTIMENTOS E
RESSENTIMENTOS TOLOS
FAZER LIMPEZA NO ARMÁRIO
RETIRAR TRAÇAS E TEIAS
E ANGUSTIAS DA MINHA MENTE
PARAR DE SOFRER
POR COISAS TÃO PEQUENINAS
DEIXAR DE SER MENINA...
PRA SER MULHER


HOJE EU VOU MUDAR
POR NA BALANÇA A CORAGEM
ME ENTREGAR NO QUE ACREDITO
PRA SER O QUE SOU SEM MEDO
DANÇAR E CANTAR POR HABITO
E NÃO TER CANTOS ESCUROS
PRA GUARDAR OS MEUS SEGREDOS
PARAR DE DIZER
"NÃO TENHO TEMPO PRA VIDA"
QUE GRITA DENTRO DE MIM...
ME LIBERTAR

                                                                   ( PARTE DECLAMADA)


HOJE EU VOU MUDAR
SAIR DE DENTRO DE MIM
NÃO USAR SOMENTE O CORAÇÃO
PARAR DE CONTAR OS FRACASSOS
SOLTAR OS LAÇOS
E PRENDER AS AMARRAS DA RAZÃO
VOAR LIVRE
COM TODOS OS MEUS DEFEITOS
PRA QUE EU POSSA LIBERTAR OS MEUS DIREITOS
E NÃO COBRAR DESSA VIDA
NEM RUMOS E NEM DECISÕES


HOJE EU PRECISO E VOU MUDAR
DIVIDIR NO TEMPO E
SOMAR NO VENTO
TODAS AS COISAS QUE UM DIA SONHEI CONQUISTAR
PORQUE SOU MULHER COMO QUALQUER UMA
COM DÚVIDAS E SOLUÇÕES
COM ERROS E ACERTOS
AMORES E DESAMORES
SUAVE COMO A GAIVOTA
E FERINA COMO A LEOA
TRANQUILA E PACIFICADORA
MAS AO MESMO TEMPO
IRREVERENTE E REVOLUCIONÁRIA
FELIZ E INFELIZ
REALISTA E SONHADORA
SUBMISSA POR CONDIÇÃO
MAS INDEPENDENTE POR OPINIÃO
PORQUE SOU MULHER
COM TODAS AS INCOERÊNCIAS
QUE FAZEM DE NÓS...
O FORTE SEXO FRACO.



quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Mas não é possível que...

 


acreditem se quiser mas essas duas fotos estão num orkut muito acessado aqui na minha cidade, principalmente por jovens praticantes dos esportes em geral. A moça representa a comudade "Odeio gente feia que se acha" deixando claro que não são racistas e não incentivam o racismo apenas a moça serve de exemplo. Fiquei  mais chocada ainda quando verifiquei que no mesmo grupo de comunidades desse  orkut  o internauta se diz devoto de Nossa senhora da Aparecida. Como pode denegrir um e exaltar o outro como se na verdade fossem um só apenas, a religião é comunhão não exclusão.
Então ser gorda, feia, negra, pobre é motivo de chacota e vira comunidade no orkut?
É uma covardia nos tempos de hoje ver que existem pessoas que fazem de tudo para aparecer e no final das contas acabam igual ou pior ao que tanto desprezarão... o preconceito não vai acabar nunca, os pais mal orientados são espelho para os filhos e assim a ignorância nunca termina.

domingo, 12 de setembro de 2010

Te Direi...

Em ti vejo um olhar intrigante,que me impulsiona a te fazer perguntas e investigar seu caráter. Enquanto falas leio teus lábios letra por letra, tentando decifrar cada sílaba. Também tenho meus segredos, mas tudo isso perto de tua presença se dissipa, vira poeira. Meu sentir é modesto, nada cobra apenas espera, receio apenas tua recusa...Como desejo andar com você pelas ruas históricas de nossa terra e permanecer junto a ti nas noites frias. Não pertenço a mais ninguém senão a ti, meu encanto...
Quero uma vida contigo, um ninho, um lar...isso tudo eu já venho guardando dentro de mim há decádas, mas só agora desperto nesse sonho. Será possível para nós uma sorte tão grande? Ou guardaremos tudo que sentimos para uma terceira vida, pois a primeira já somos um e nessa segunda estamos adiando a certeza...
Eu sei que vou estar logo contigo, e nunca mais perderei um segundo longe do seu abraço, meu sonho, meu homem, meu amor...

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Poesias de Cruz e Souza



IRONIA DE LÁGRIMAS


Junto da morte é que floresce a vida!
Andamos rindo junto a sepultura.
A boca aberta, escancarada, escura
Da cova é como flor apodrecida.


A Morte lembra a estranha Margarida
Do nosso corpo, Fausto sem ventura...
Ela anda em torno a toda criatura
Numa dança macabra indefinida.


Vem revestida em suas negras sedas
E a marteladas lúgubres e tredas
Das Ilusões o eterno esquife prega.


E adeus caminhos vãos mundos risonhos!
Lá vem a loba que devora os sonhos,
Faminta, absconsa, imponderada cega!


VELHO

Estás morto, estás velho, estás cansado!
Como um suco de lágrimas pungidas
Ei-las, as rugas, as indefinidas
Noites do ser vencido e fatigado.

Envolve-te o crepúsculo gelado
Que vai soturno amortalhando as vidas
Ante o repouso em músicas gemidas
No fundo coração dilacerado.

A cabeça pendida de fadiga,
Sentes a morte taciturna e amiga,
Que os teus nervosos círculos governa.

Estás velho estás morto! Ó dor, delírio,
Alma despedaçada de martírio
Ó desespero da desgraça eterna.


A MORTE


Oh! que doce tristeza e que ternura
No olhar ansioso, aflito dos que morrem...
De que âncoras profundas se socorrem
Os que penetram nessa noite escura!


Da vida aos frios véus da sepultura
Vagos momentos trêmulos decorrem...
E dos olhos as lágrimas escorrem
Como faróis da humana Desventura.


Descem então aos golfos congelados
Os que na terra vagam suspirando,
Com os velhos corações tantalizados.


Tudo negro e sinistro vai rolando
Báratro a baixo, aos ecos soluçados
Do vendaval da Morte ondeando, uivando...


Cruz e Souza











Um templo católico construído com sangue, suor e lágrimas. Porque tudo para mim tem que haver um porém? Magnífica!