segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Vivenciar...

Cada história de vida é única, as aventuras e infortúnios que surgem  a cada passo nós fazem sentir um turbilhão de emoções.
Sofro tanto ao ver por toda parte ódio, maldade e amargura, me faz mal, sinto-me impotente e fraca diante de tanto hipocrisia. Crianças sem direito a histórias de ninar trocadas por cenários de horror. Quadros irrevercíveis de crueldade, círculo vicioso de agonia. Por toda lado vejo a esperança perdendo essa batalha e sempre acendendo uma centelha a cada sorriso gracioso de um ser tão puro. Acredito que um dia vou acordar do pesadelo de ver rostinhos tão pequenos sofrendo e lutando por um pouquinho de carinho verdadeiro.
Ho! Em tempos tão mundanos não há como sermos bons completamente, as dificuldades nos obrigam a defendermos com tudo que temos nossa opnião. Mas eles coitadinhos não sabem se defender... Somente seus olhos dizem o que sentem.
Sempre tive vontade de ter vários filhos...mas diante de tantas atrocidades tenho medo de por neste mundo um anjo, uma vítima...
Meu amor ultrapassa os limites, quero ter a oportunidade de estar errada pelo menos uma vez e prosseguir acreditando num recomeço, na liberdade de todas as crianças de serem felizes e amadas e sobretudo poderem viver e serem respeitadas.
Um sorriso de uma criança apaga todas as tristezas e a vida se renova em forma de esperança.

Eugenia

Nenhum comentário: