quarta-feira, 8 de junho de 2011



Apesar da aparência rude, sou frágil feito um cristal. Faço um esforço tremendo para ser a dama de ferro que todos esperam. Enganam-se todos, nasci para admirar a beleza que há no mundo e exigem que eu lute com armas que eu não sei usar... Uma disputa desigual entre o bem e o mal, verdades e mentiras.
Não consigo mais fingir, ser o que não sou.

2 comentários:

Zé Carlos disse...

Menina linda, nestes dias não conseguia entrar no seu Blog, não sei se era defeito do Blogger ou do meu acesso à Net.

Saudades de ti... Um beijo enorme do seu fã, ZC

Gheni disse...

Comigo tem acontecido isso com frequencia, não sei qual é o problema, mas seja como for agora que deu certo um forte abraço meu amigo querido.

Aos poucos a mocinha se prepara, se enfeita, brinca com as gotas de orvalho e se deleita com o elixir dos ventos... A Bela Moça demora, mas...