terça-feira, 27 de março de 2012

Sou tal e qual as flores africanas, intensa, rubra. Com aspectos escondidos e outros à mostra.
Os outros só vêem o que eu quero que vejam. Permito que poucos com partilhem da minha intimidade.

Nenhum comentário: