terça-feira, 27 de novembro de 2012

Esse desejo contido de que o caminho esteja repleto de cor e flores... Sei que é ilusão da minha parte, não deveria pensar dessa forma. Justo eu, tão incrédula e descrente. E qual caminho tomar nessa altura da vida? Confesso que não sei, alias não tenho certeza de nada, somente de que a morte é certa.

Nenhum comentário:

Tenho a alma de um Lírio... Se ele a tivesse!