terça-feira, 8 de outubro de 2013

Amo o cheiro do campo, a chuva fininha que cai à tarde sem que eu espere. Como posso reclamar? Tudo que amo posso ver, sentir, tocar...

Nenhum comentário: