terça-feira, 1 de julho de 2014

Cheguei ao fundo... Abri os olhos e não vi nada, nenhuma luz. Aqui sozinha com meus pensamentos desvairados, nada além de minhas próprias idéias. E agora? Subo à margem ou fico aqui entre os subjugados e excluídos. Preciso sair, mas não consigo. Algo me prende, olho ao redor e não existe lugar para mim, nenhum abrigo. Desperto... É tudo realidade, preciso achar uma saída.

Nenhum comentário:

Escrever... Saber expressar-se de forma a ser compreendida. E de onde surgem minhas convicções? Como posso me dizer uma pessoa simples, ...