segunda-feira, 16 de novembro de 2009

A Cada Dia





O que a vida te der,seja migalha embora,

se é migalha de amor,de prazer,de alegria,
colhe-a! que esta migalha é o pão de cada dia,
e há de um dia chorar quem hoje a jogar fora!

Quem muito quer,despreza o pouco,sempre chora
ou quem indiferente seque,de alma fria,
há de um dia parar e há de lembrar-se
um dia do clarão que se foi numa longinqua aurora!


Então,nada haverá... nem mais frutos no ramos,
nem migalhas de amor, se outrora as desprezamos,
e a indiferença de ontem sofre arrependida...

E ante a sombra que vem velar o nosso desgosto
procuramos em vão uma ourora perdida
na luz que desespera e morre num sol posto!


Um beijo meu pra vc com carinhooooooooooooooo.




Ana Luiza


















Nenhum comentário: