sábado, 7 de julho de 2012

Aparecida "Lola" para os amigos

 Hoje de manhã entrei pela segunda vez no quarto de minha mãe, estava tudo do mesmo jeito, os móveis dispostos pelo quarto e o chão sempre limpinho... Senti falta de quando vez ou outra me chamava pra consertar as coisas. Me lembro com tristeza da sua alegria e me pergunto se não levaste consigo o resto da minha felicidade. As coisas não deveriam ser assim, deveríamos ao menos saber a hora do fim. Então poderíamos se despedir a caráter. Já fazem meses da sua partida e me lembro como se fosse ontem, as últimas palavras que me disse-"Deus te abençoe minha filha." 
E eu sempre com pressa saí, sem saber que aquela seria a última vez que falaria com ela...










Nenhum comentário: