sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Aprendi que não se deve ir contra aos desejos do coração
Que quanto mais me esforço para ser a melhor, o máximo que consigo é um"valeu"
Que aprender com os erros é bem mais difícil do que eu pensava
Que o sofrimento não fez de mim uma pessoa melhor
Que as horas que passei a fio, me dediquei as pessoas erradas
Que me decepcionei bastante, mas as pessoas também se decepcionaram comigo
Que por muitas vezes julguei o livro pela capa e as pessoas pela aparência
Que não sou moralista, mas isso me fez ver que eu posso me tornar uma pessoa melhor
Que a minha felicidade depende muito da felicidade dos outros, 
Que preciso praticar o desapego, antes que ele acabe comigo
Que preciso acima de tudo acreditar na minha capacidade
Que meu projeto de vida nunca dá certo porque envolve muita gente
Que se estou sempre insatisfeita a culpa é só minha
E que fazer só o bem não é garantia de felicidade
Que muitos anos de preocupações só me trouxeram problemas cardiológicos
Que cada angustia sofrida o meu peso só aumenta
Que sou uma frustada cronica e que isso é um fato
Que minhas economias serviram pra pagar contas dos outros
Que ter não é garantia de poder
Que as pessoas mudam, por bem ou por mal
E que eu mudei, não por vontade própria, mas porque a vida me mostrou que esse era o melhor 
caminho...

Nenhum comentário: