domingo, 14 de outubro de 2012

Outras vidas nesta vida

Ocorreu de nos conhecermos, a princípio foi algo comum, trivial entre duas pessoas. Depois com o passar dos anos, foi-se intencificando. O normal passou a incomodar, há sempre aquele sentimento de resgate. Como se tivessémos que acabar uma história. Nossas almas em algum lugar do tempo se perderam, e se encontraram novamente. Sinto que fiz algo de horrível contigo, uma traição vil e covarde... Por isso não confia em mim, nunca confiará. Estamos fadados a viver essa e outras reencarnações separados? A culpa foi minha, eu sinto isso, vejo no fundo dos seus olhos o que fiz com você, o poder da minha prepotência. O mesmo erro que incuti no passado é o que prego hoje, eu não mudei, mesmo depois de anos de aprendizado. Meu espírito pouco evoluiu enquanto que o seu vive bem a frente do nosso tempo.

Nenhum comentário: