quarta-feira, 27 de março de 2013

Fato

Das pessoas que conheci, poucas valeram a penas e as outras que restaram sumiram da minha vida por acharem que eu é que nada valia...

 Um dia disse a uma pessoa que me achava burra, inocente demais...Hoje acredito nessa afirmação que fiz, essa pessoa me enganou levou toda a esperança que eu tinha...

Eu queria uma vida simples, um companheiro, um lar, filhos, um cachorro... doce ilusão, ao invés disso tenho uma moto e um celular. AH! E os filhos estes me ligam aonde eu estiver.

Felicidade deveria vender nas farmácias, sem receita médica...

                                                                                                         Gheni Elizabetty

Nenhum comentário:

Aos poucos a mocinha se prepara, se enfeita, brinca com as gotas de orvalho e se deleita com o elixir dos ventos... A Bela Moça demora, mas...