terça-feira, 10 de novembro de 2015

É dia!

Todavia, porém, contudo.
Vou vivendo...
Deixei de levar, a vida não se leva, vivo-a  em sua plenitude.
Tempo para lamentar o que passou já não possou mais.
Agora é olhar para frente, ampliar meu campo de visão, respirar fundo.
Aproveitar cada dia de sol e de chuva e dormir sonhando com um novo amanhã.

Nenhum comentário:

Me faltam as palavras para descrever o quão é go stoso cultivar as flores.