segunda-feira, 18 de julho de 2011

Mulher...mulher...

Travo batalhas internas, uma parte de mim é racional demais, e outra metade pura sensualidade e emoção. Ambas querendo sobressair e vencer a outra. Queria ser feito as outras, mas não consigo.
Se sujeitar a vontade do outro, fui assim por um tempo, depois tudo mudou.
São as duas faces de mim, queria poder ser somente razão. Assim ficaria tudo mais lógico e prático.

Mas de repente quando dou por mim... pronto,



a mulher dentro de mim se manisfesta e me surpreende.

Nenhum comentário:

Me faltam as palavras para descrever o quão é go stoso cultivar as flores.