domingo, 26 de fevereiro de 2017


Era pra ser só um eclipse solar no sul"Pelotas", extraí essa imagem do face de um pseudo amigo, não o conheço na realidade.
Só pra constar.

Mas, não é isso que quero dizer.
Hoje quero falar, até que ponto posso acreditar na confiança.
Quem acompanha meu blog, já deve ter percebido que parei de escrever no coletivo.
Não sei, acho que desde de muito pequena escrevo no plural, como se fossemos um só. Eu parei, e também não sei o motivo. Ou talvez saiba e não queira falar, sei lá.
No momento a única coisa no qual acredito é que confiança é muito relativa em si tratando de pessoas. E que um único erro de distorção da realidade pode terminar com uma história.
O fato é que pessoas podem ser cruéis em sua máxima.

Nenhum comentário: