sábado, 11 de fevereiro de 2017

De repente tudo ao redor de mim ficou tão pequeno e limitável.
Ponderando bem não foi de repente. Foi gradativo, até o ponto do que me tornei agora.
Limites e barreiras, são cumulativos e repressores.
Deixo fluir feito as águas de uma cachoeira.
Conhecer a abundância de viver plenamente em paz com meu espírito.
Tornando-me iluminada de fora para dentro.

Nenhum comentário:

...luto pelo que acredito, quando deixar de crer, morrerei.