terça-feira, 26 de janeiro de 2010

POESIA DOS AMANTES

Filmes


Ao amor que está distante de mim.
Longe das minhas mãos, que não posso tocar;
Onde meus olhos não conseguem enxergar.
Distante do meu corpo,
Mas que vive no meu coração;
Parte da minha alma,inconfundível.
Desejo do meu querer;
Que tanto espero ter você.
Sonho que busco incansavelmente.
És a metade da minha vida,
Meu querer mais profundo;
Meu mundo.
Minha simples razão,
Minha mais forte emoção;
Vida minha,
Meu amor.
Minha sorte,
Minha dor.
Você,
Que tanto amo;
E que não posso ter.


Anne Monteiro


Orkut

6 comentários:

Zezinha disse...

Olá, Eugênia, passeando pela net encontrei esse espaço e fiquei encantada com a beleza dos poemas. Parabéns pelas postagens, pretendo voltar sempre aqui, espero sua visita.
Bjos!!

Sandokan disse...

Às vezes é preciso abanar a árvore da existência para caírem as folhas velhas. Talvez seja por isso que eu não quero saber quem pintou o céu de azul, mas eu quero é o resto da tinta, porque nós podemos matar o tempo, mas é sempre ele que nos enterra.
Gostei muito de vir aqui visitar o teu belo espaço. No carácter, na conduta, no estilo, em todas as coisas, a simplicidade é a suprema virtude. O destino une e separa pessoas. Mas nenhuma força é tão grande para fazer esquecer pessoas, que por algum motivo um dia nos fizeram feliz!
Nunca desistas dos teus sonhos… e nunca os deixes para trás. Encontra-os, torna-os próprios e durante toda a tua vida tem muito carinho por eles e nunca os deixes partir. Necessitas de muita dedicação para realizares os teus sonhos, porque eles não se realizam por magia dado que a magia é pura ilusão – o alimento dos perdedores - que nunca te vai tirar do lugar onde te encontras.
BOA SEMANA!

Eugenia disse...

Oi Zezinha ,obrigada pelo carinho, passe por aqui sempre que quiser...Um forte abraço e até breve

Eugenia disse...

Bom dia Sandokan, suas palavras me aqueceram o coração, gosto de conviver com pessoas assim como você. Espero que me entenda, sou nova no mundo dos blogueiros e o erros são inevitáveis, mas como disse a simplicidade não é um defeito né? Quando quiser pode vir a casa é sua, um forte abraço.

Zé Carlos disse...

Eugênia querida, vc sempre com poemas lindos e com sua simpatia à toda prova.

Vim desejar um maravilhoso final de semana e deixar um beijão... ZC

Eugenia disse...

Um começo de semana ótimo pra você tambêm, um beijão Zé.

Aos poucos a mocinha se prepara, se enfeita, brinca com as gotas de orvalho e se deleita com o elixir dos ventos... A Bela Moça demora, mas...