terça-feira, 5 de abril de 2011

Florzinha


Ela era uma flor pequena, singela e delicada. A aspereza de sua vida simples e brutal aos poucos foi destoando suas cores e tirando seu viço. A mais leve brisa levou-a pra longe, fazendo suas pétalas flutuar em outras terras...

4 comentários:

Zezinha Sousa disse...

Ah, minha querida, que coisa linda vc escreveu, me encontrei nas suas palavras. Mas uma nova flor brotará com certeza.

Obrigada pela visita, tem nova postagem, espero você lá.
Beijos!

Gheni disse...

Muitos beijinhos pra ti minha amiga
Pode esperar que eu vou te visitar, sim com certeza.
Um enorme abraço

O Profeta disse...

Vejam! Faço magia!
Com esta caixinha de simples cartão
Não se iludam, nem pombas ou coelhos
Não há truque...perdão!?

E então?! Que emoção
Encontrei algo aqui neste bolso esquecido e roto
Espera aí o que é isto meus senhores?!
Ah...! É uma pedra mágica que pensei ter dado em mar revolto

E vou cantar uma adivinha
Vou desenhar uma ideia minha
Vou inventar uma musica em surdina
Vou dançar sem bailarina


Mágico beijo

Gheni disse...

Boa noite Profeta
Seus versos realmente são uma inspiração e tanto...

Um grande abraço

Casamento da Minha Filha