quinta-feira, 21 de abril de 2011

Quando o coração diz sim

Quando a razão diz não

mas o coração diz sim
Duas forças sempre lutam
dentro de mim...


E a ilusão que nunca
da ouvido a lucidez
Se entrega corpo e alma
nos braços da insensatez


Fantasia faz a festa
a emoção empresta
a chama e o calor


A paixão nos alucina
e a gente sonha estar
vivendo um grande amor...um grande amor...


Um coração de amor, desencantado...
nem aos apelos de vida responde
Ave ferida, num vôo assustado
foge pra mata, por medo, se esconde...

Hoje o coração diz não
mas a solidão diz sim
Duas forças também lutam
dentro de mim


Só recordações então
aliviam o meu viver
Tudo que me resta agora
é saudade de você...








Nenhum comentário:

Aos poucos a mocinha se prepara, se enfeita, brinca com as gotas de orvalho e se deleita com o elixir dos ventos... A Bela Moça demora, mas...