terça-feira, 19 de abril de 2011

O amor maior do mundo

Encostei a porta somente, podia ter trancado ou batido ou então deixado escancarada para que todos pudessem entrar... Mas não foi isso que fiz, encostei e esperei que algo de bom viesse feito brisa da manhã.
Esperei como é de praxe nessas ocasiões, serena que sou ponderei, e enfim me rendi as evidências. O grande amor da minha existência jamais passará por essa brecha. Porque ele é grande demais para passar por um lugarzinho tão estreito. Eu esperava um amor normal, tranquilo e encontrei um amor bem maior, que transcende tudo que é real, eu acredito e isso é o que importa.

Nenhum comentário: