sábado, 1 de outubro de 2011

...hoje percebo que sempre te amei, tarde demais... como tudo que é bom na vida, só damos conta quando perdemos em definitivo. Sinto por mim, podia ter vivido um conto de fadas e por medo preferi viver de lembranças. Se a vida me permitisse mais uma chance! Mas ela não dará, nunca tive muita sorte na vida. 

Nenhum comentário:

Aos poucos a mocinha se prepara, se enfeita, brinca com as gotas de orvalho e se deleita com o elixir dos ventos... A Bela Moça demora, mas...