terça-feira, 21 de abril de 2015

Procurei em seus olhos uma resposta, minima que fosse. Coisas que sua boca teima em nada dizer. Desisti no meio do gesto, tive medo de descobrir a verdade.

Nenhum comentário: