terça-feira, 18 de agosto de 2015

Amanhã poderia amanhecer chovendo.
Uma chuva bem forte, que lavasse toda essa poeira para longe, deixando tudo verde novamente.
As árvores voltando as suas cores originais, o céu limpo e cintilante. 
Os pássaros felizes cantando nos postes. 
O frescor tomando tudo, arejando e umedecendo esse ar seco. 
Quase não houveram chuvas esse ano, embora precisasse e muito. 
O sono vem chegando devagar, melhor ir dormir e quem sabe despertar com o som da chuva  chegando.

Nenhum comentário: