sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Durante muito tempo, mas bastante mesmo, eu cria que encontraria a felicidade a medida que eu ia realizando minhas conquistas.
No entanto fui criando meus espaços, expandindo meus conhecimentos e nada acorria, onde estava a felicidade?
Então passei a achar que as realizações dos filhos seriam para mim troféus, enganei-me.
E o tempo foi passando, os filhos cresceram, vieram os netos e com a experiência que tenho hoje posso afirmar que cada dia em que eu sonhei encontrar a felicidade lá no fim da estrada, ela caminhou comigo ao meu lado por todo esse longo tempo e eu distraída nem percebi.
A felicidade é hoje, agora e nesse momento,
quiça ontem e quem dirá amanhã. 


Bom Carnaval!


Nenhum comentário:

...luto pelo que acredito, quando deixar de crer, morrerei.