quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Eu não tenho medo.
Temor da vida eu não tenho mais.
O que eu mais amava já foi tirado de mim...
Agora é continuar vivendo feito a força do vento, seguindo onde der.
Não importa tá valendo!

Nenhum comentário:

...luto pelo que acredito, quando deixar de crer, morrerei.