segunda-feira, 3 de outubro de 2016

No fim, minha última viagem será queimar. 
Voltar ao pó que o vento leva para onde quiser e repousar minhas cinzas num solo fértil e com um pouco de sorte fazer germinar uma flor.

Nenhum comentário: