segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Meus semelhantes estão morrendo aos milhares, todos os dias. Como podemos dizer que somos um mundo globalizado se no continente africano há tanta miséria por conta das guerras civis, a etnia, a religião e a corrupção dos seus líderes. 
Não consigo dormir em paz sabendo que em meio a tanto desperdício de alimentos aqui no nosso Brasil, 
minha terra mãe sucumbi em uma velocidade aterradora... 
Me sinto inútil, queria estar lá  matando a fome do meu povo e saciando a sede das crianças.
Que mundo é esse, não posso dizer que sou feliz vendo tanto sofrimento, enquanto as grandes potencias fecham os olhos e cruzam os braços.
Quero acreditar que se eu mandar a ajuda chegará e será entregue a quem precisa. Tenho vergonha de ver tanto sofrer em toda parte, em minha vida, na minha cidade, no meu país e no meu mundo...

Nenhum comentário:

Tenho a alma de um Lírio... Se ele a tivesse!