quinta-feira, 11 de dezembro de 2014


 A distância machuca, dói. 
Isso me faz dar valor ao tempo, cada segundo é precioso, único. 
Ficar longe... Não sentir, não ouvir e nem ver.
Eu quero pelo menos ouvir, nem que for um pouquinho.
Que difícil que é, essa situação.

Nenhum comentário:

Aos poucos a mocinha se prepara, se enfeita, brinca com as gotas de orvalho e se deleita com o elixir dos ventos... A Bela Moça demora, mas...