segunda-feira, 13 de março de 2017



E se hoje fosse?
Onde estaria a dignidade e a paz que procuro?
Se fosse hoje, eu partiria infeliz...
Porque não fiz nada de bom de que me orgulhasse, além de salvar um filhote de raposa das chuvas, porque ela morrerá de qualquer jeito sem a mãe.

Nenhum comentário:

...luto pelo que acredito, quando deixar de crer, morrerei.