sexta-feira, 6 de abril de 2012

 

Me pedem para deixar de amar, mas esquecem que sou puramente amor... Não há como arrancar  minha essência!

Nenhum comentário: