terça-feira, 10 de abril de 2012

Quando nossos pais se vão, não somos mais nós. Não somos nada. Daí partisse do principio novamente, sendo verdadeiramente "eu"...

Nenhum comentário: