segunda-feira, 16 de abril de 2012

S de ?

Há coisas que são irreparavéis, como a perda de uma mãe. Tem dias que dói muito, noutros um pouco menos...Mas a dor permanece ali, visitando vez ou outra. Queria gritar meu, _ Maaaaaãe, volta mãe! Mas não dá, ela partiu e parte de mim se foi com ela. 
Desculpem meus amigos esse desabafo, mas não consigo me conformar...

A minha mãe que cantava feito ao sábiá, um beijo
A minha linda que se vestia feito rainha, meu abraço
A minha deusa que me ensinou os primeiros passinhos, minha vida
A minha guerreira que me deu um belo exemplo de vida, minha gratidão
A minha musa que me tornou o que sou hoje, todo o amor que cabe neste mundo


A minha querida mãezinha que Deus levou consigo, minhas eternas saudades...

Nenhum comentário: