sexta-feira, 10 de junho de 2016

O cheiro enebriante da mata, as trilhas de pedregulhos escorregadios, o suor, o cansaço e a curiosidade de encontrar um bicho nunca visto ou uma nascente de águas puras e cristalinas. 
A emoção de abraçar uma árvore de cem anos, pude sentir o seu poder emanando da terra.
Tudo passa, os pensamentos dão lugar a euforia ao redor de tanto verde, tanta luz e o céu lindo tingido azul...

 

Nenhum comentário: