sábado, 18 de junho de 2016

É tanta agitação, carros vem e vão a todo momento. Ninguém tem sensibilidade de reparar nas flores dos canteiros.
É tempo de viver...

Nenhum comentário: