sexta-feira, 24 de junho de 2016

Posso até negar, entretanto tudo tem um preço a se pagar.
Nada vem de graça.
Quanto vale a suposta felicidade?
Suas crenças, convicções, liberdade ou a sua paz?
A verdade é que não se pode ter tudo, de alguma prioridade há de desfazer para alcançar o tão sonhado e ou quase total equilíbrio.


Nenhum comentário:

...luto pelo que acredito, quando deixar de crer, morrerei.