quinta-feira, 3 de setembro de 2015

...a noite é libertadora, vai além dos limites da visão. O obscuro fascínio pelo breu e seu ar de mistério que me envolve. Meus pensamentos pairam entre infinitas possibilidades. O ar da noite é diferente, fresco, úmido e insano. Sou fascinada pela noite, pelo seu contagiante convite ao nada ao tudo.

Nenhum comentário: