quarta-feira, 2 de março de 2016

Quem dera eu estivesse agora me banhando nas águas frias dos mares do sul, sentindo a maresia leve e a brisa quente da costa, correndo alegre feito uma criança pelas areias branquinhas e fofas de lá. Lugar de pura magia e encantamento. Uma paixão que sempre se renova.
Ai! Como gosto da praia, que saudades do mar.

Nenhum comentário:

...luto pelo que acredito, quando deixar de crer, morrerei.