sexta-feira, 2 de setembro de 2016



 Sou tão sensível quanto ela, embora não aparente, tenho sim muito fragilidade em minha maneira própria de ser e crer...
Se flor eu fosse, seria a minha descrição perfeita.

Nenhum comentário:

...luto pelo que acredito, quando deixar de crer, morrerei.