sábado, 3 de setembro de 2016

 
A minha vida é feito um rio.
Que nasceu pequenino lá pras bandas de Biritiba Mirim e veio desaguando nas águas turvas desce imenso Tietê.


Nenhum comentário:

...luto pelo que acredito, quando deixar de crer, morrerei.