terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Eu nada tenho...
Quando imaginei que algo teria, até isso me foi arrancado.
Tempo... Que me levou meus melhores anos.
Vida... Que me levou tudo que eu tinha.


 Sou ingrata mesmo, estou viva!
Isso deveria bastar.

Nenhum comentário:

Tenho a alma de um Lírio... Se ele a tivesse!