quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Viver...

A liberdade furtiva da borboleta, sua alegria em voar levemente pelas flores... Espalhando o pólen da vida.
Isso é viver, cada qual tem sua missão e há caminhos que nunca se cruzão.

Nenhum comentário:

Aos poucos a mocinha se prepara, se enfeita, brinca com as gotas de orvalho e se deleita com o elixir dos ventos... A Bela Moça demora, mas...