domingo, 29 de março de 2015














Eu não sou tão forte quanto previa, nem tão fraca quanto temia.
Não tenho o passo rápido como eu gostaria, nem paraliso como poderia.
Aprendi a me equilibrar nos extremos.
Se não tenho o direito de escolher todos os acontecimentos, me posiciono de acordo com os fatos.
No final, o que me move não é forte o suficiente para me derrubar, mas é intenso o bastante pra me fazer ir além.


Nenhum comentário: