sábado, 13 de junho de 2015

Às vezes acredito em muitas coisas...
Que posso realmente ser feliz,
Mas por qual estrada a felicidade andará?
Para que eu possa segui-la.
Talvez por nenhuma, com certeza ela pode voar.
Que pena eu não posso. 
Por isso sigo pelas estradas na esperança de um dia poder encontra-la.


Nenhum comentário: