quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Idade...

Eu não me recordo quando plantei essa árvore. Só sei que faz uns bons anos.
Meus filhos ainda brincavam na rua nessa época.
Tempos bons aqueles.
Hoje ela me oferece sua sombra e sua beleza para me alegrar ao sair de casa.
As árvores sim deveriam ser consideradas santas, verdadeiras divindades reais.

Nenhum comentário: