sexta-feira, 23 de outubro de 2015

"Pequenina" O Dia Em Que Nos Conhecemos!

Eu estava ansiosa em conhecê-la, ver a nova filha do meu amigo.
Ao chegar pude ouvir a sua voizinha. Todos ao redor felizes pela chegada da pequenina criança.
Eu a imaginava bem diferente, com olhos altivos e sorriso contagiante.
Agora eu sei porque se apaixonou por ela... Porque mais que todos ela precisa do seu amor.
Esperei o momento certo para pedir a mãe que me deixasse vê-la.
A recém mamãezinha a trouxe nos braços sorrindo e nos apresentou dizendo quem é essa moça?
Ela com seu olhar triste e profundo respondeu...
Ela é a minha mãe! Sem hesitar nem por um segundo.
A mãe de fato logo a corrigiu dizendo que eu era uma amiga do papai e falou meu nome para ela.
Sentada onde eu estava, fiquei com lágrimas nos olhos e tudo que eu pensava sobre ela se revertei em amor e muito carinho. Ela é linda, sua alma é pura e seu corãozinho me deu a maior demonstração de amor que alguém poderia me dar. 
Não! Meu amor eu não sou sua mãe, mas você terá um papai maravilhoso que fará de tudo por você.
Ana Laura você é muito especial, cresça muito feliz anjinho!

Nenhum comentário:

Me faltam as palavras para descrever o quão é go stoso cultivar as flores.