sábado, 12 de novembro de 2016

 Ela se foi, minha amiga e companheira de quase dez anos de estrada. Já era tempo, sentirei saudades de novas inúmeras aventuras, adeus anjo de duas rodas.

Nenhum comentário:

...luto pelo que acredito, quando deixar de crer, morrerei.