quinta-feira, 10 de novembro de 2016


Meu pequeno jardim, daqui colho meus sorrisos logo pela manhã.
As mínis rosas estão abrindo, pinks e vermelhas, lindas!


                                          Ontem eu sonhei com uma velha casinha, toda azul e de portas e janelas de madeira. 
Parecida com a que eu tinha na infância, só que muito mais humilde e menor.
Toda limpinha, chão de vermelhão e quintal de terra. 
Estava toda aberta, a luz do dia entrava em todos os quatro cômodos. 
No sonho eu ia alugá-la, estava radiante, com aquela casinha fresca e com o cheiro do passado.
Ali eu me vi representada, humilde, integra e vazia. 
Não senti pena de mim, pelo contrário, estava feliz da vida. 
A cena representava o todo o meu interior, eu era aquela pequena casinha azul.

Nenhum comentário: