sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

 ... está caindo uma chuva forte lá fora, gostosa e fria, posso até senti-la entrando pelas frestas da minha janela. 
Como também posso sentir seu desejo por mim, velado , disfarçado de amizade. Hoje nem tanto quanto antes, estás cansado, posso ver. 
Estou aqui, no meu quarto nesse momento, tentando escrever algo que meu coração esta me pedindo para que eu escreva.
 Mas não consigo, o medo da recusa é maior que o medo de se perder um amor. 
Me desculpe, não consigo fazer o que me pede, não dá pra te esquecer.


Sinto falta das nossas conversas, do quanto ríamos juntos.
A paz que você me transmite não encontro em lugar algum.

Nenhum comentário: